Em duas décadas, associação contribuiu significantemente com percentual de cura no Estado

Cuidado – essa é a palavra que define a AACC/MS (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer), ao longo de duas décadas. Em março de 2018, a associação que atualmente tem capacidade diária de 52 hospedagens, completa 20 anos e comemora sua existência junto de seus 56 colaboradores, 340 voluntários ativos e inúmeros parceiros.

Com humildade e muita credibilidade, com o apoio de seus diretores e conselheiros, Mirian Comparin Correa preside a Associação desde 1998 quando, por acaso do destino, se deparou com a missão de tratar um filho com câncer, em um mundo que não estava preparado para a cura. “Quando descobrimos, me senti pequena demais e nem me imaginava assumindo tamanha responsabilidade. Mas tive forças não só de buscar a cura, mas de entender que aquela era a minha missão”, conta Mirian.

Os números em 1998 eram desesperadores, sem um centro de tratamento especializado, os oncologistas relatam que apenas 10% dos casos diagnosticados e tratados no Estado alcançavam a cura. Dezoito anos depois, com a fundação do CETOHI (Centro de Tratamento Onco Hematológico Infantil) o panorama em MS mudou. Hoje o índice de cura no estado alcança 70%.

Segundo Marcelo dos Santos Souza, oncologista pediátrico, chefe e um dos fundadores do CETOHI, desde a fundação da AACC/MS, quase se erradicou o número de abandono de crianças em tratamento de câncer, além da elevação significante das taxas de cura. “A partir daí só tivemos conquistas, com parcerias estabelecidas com o governo do Estado e com a Universidade Federal de MS, onde foi constituída a criação do CETOHI, no Hospital Regional Rosa Maria Pedrossian”, comenta.

Ainda segundo Souza, a criação do centro tornou-se um marco para o início de um tratamento adequado, com estrutura física apropriada e exclusiva para a oncologia pediátrica. “Além do espaço próprio, há atuação da equipe multiprofissional composta por médicos, psicólogos, assistente social, fisioterapeuta, dentista, enfermeiros, voluntariado, nutricionista e técnicos de laboratório”, enfatiza.

Como funciona o atendimento da AACC/MS

Famílias que recebem o diagnóstico de câncer de seu filho têm total apoio na instituição, seja na Casa de Apoio ou no CETOHI. A assistência é gratuita e nela estão inclusos estadia, alimentação, transporte, distribuição de cestas sociais e garantia de direitos, com acompanhamento da equipe multidisciplinar e tratamento.

Segundo a assistente social Rosângela Barros, a Casa de Apoio e o CETOHI em 2017 assistiram 556 crianças e adolescentes, 356 internações, 7.567 hospedagens, gerando 21.187 atendimentos da equipe multidisciplinar, 37.837 refeições e distribuição de 373 cestas básicas.

 A conta fecha, mas com muita ajuda

Quem diz que a AACC/MS não precisa de ajuda está equivocado, pois o gasto mensal para manter a associação é de aproximadamente R$250 mil. A presidente Mirian explica que há um movimento muito grande e suado da instituição para arrecadar fundos e manter tudo em pé. “São três grandes eventos anuais, além de outros esporádicos para captarmos recursos. Recebemos também apoio da prefeitura e do estado. Mas podemos dizer que 90% são ações próprias e tudo é revertido para a associação”, explica.

“Quem visita a nossa instituição vê um ambiente bonito, organizado, arejado e muito bem cuidado, porque revertemos tudo o que arrecadamos em carinho! Os nossos assistidos merecem”, comenta Mirian. “Não desejamos que essa doença esteja presente na vida de ninguém, mas estamos de braços abertos para acolher com qualidade qualquer família que aqui chegar”, complementa.

E Mirian deixa o apelo: “Nós precisamos muito da ajuda da população, comparecendo em nossos eventos, comprando em nossos bazares, tornando-se uma empresa parceira, realizando doações, atendendo nossas operadoras de telemarketing e sendo nosso voluntário”.

Serviço:

Para saber mais como funciona a AACC/MS acesse o site www.aacc-ms.org.br, siga as redes sociais ou faça uma visita: Avenida Ernesto Geisel, 3475, Orpheu Baís. Informações: (67) 3322-8000.

Sobre o Autor

Mãe apaixonada da Júlia e da Isadora, Jornalista, apaixonada pela profissão, por livros, fotografia e por seus blogs. Descobriu um mundo totalmente novo depois da maternidade, se apaixonou por ele e veio os blogs, novos trabalhos, novas paixões e uma nova e emocionante forma de ver e viver a vida.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.