Neste sábado (19), a Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems) realiza, em parceria coma Aldeia Materna e o Instituto de Ação e Pesquisa em Educação e Saúde (Iapes), uma ação de combate e esclarecimento sobre o mosquito Aedes Aegypti e suas consequências. O movimento “Mutirão Materno Cassems: Contra o Aedes Aegypti, a favor da vida” tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para o problema que tem assustado a população nos últimos meses.

O evento acontece no Teatro Almir Sater do Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande – Unidade I, às 9h, uma palestra com o infectologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e uma das maiores autoridades do assunto, Rivaldo Venâncio. Após a palestra, acontece um debate com a presença do presidente da Cassems, Ricardo Ayache, do pediatra Durval Palhares e do obstetra Wilson Ayach e da ginecologista, obstetra e diretora de Assistência à Saúde da Caixa dos Servidores, Maria Auxiliadora Budib.

O Aedes Aegypti é o vetor transmissor da dengue, Chikungunya e zika, esse último, principal indício pela microcefalia. Dessa forma, a Cassems preocupada com a saúde dos beneficiários e de toda a população, convida você a fazer parte desse mutirão contra o mosquito transmissor. O evento é aberto a população e não é necessário fazer inscrição.

20151216150639

Aedes Aegypti

O número de casos de doenças causadas pelo Aedes Aegypti no Brasil tem crescido de forma alarmante. Além da dengue, já conhecida pelos brasileiros e que só em 2015 teve 1.566.510 casos registrados, até o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde. O vetor também é responsável pela transmissão da febre chikungunya – cujos sintomas são parecidos, mas que podem deixar lesões crônicas nas articulações – e o zika vírus, que hoje é considerado o principal indício para os casos de microcefalia no país. Mesmo que mais estudos sejam necessários para a confirmação da ligação entre a doença e a má formação nos bebês, combater o mosquito é mais simples do que se imagina: sem os criadouros o mosquito não se prolifera.

Serviço: O ‘Mutirão Materno Cassems’ acontece na sexta-feira (18), na Praça Ary Coelho, às 9h, e no sábado, no Teatro Almir Sater do Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande – Unidade I, que fica na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 1.600.

Sobre o Autor

Mãe apaixonada da Júlia e da Isadora, Jornalista, apaixonada pela profissão, por literatura, fotografia e por seus blogs. Descobriu um mundo totalmente novo depois da maternidade, se apaixonou por ele e veio os blogs, novos trabalhos, novas paixões e uma nova e emocionante forma de ver e viver a vida.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.