O tradicional evento Praça Bolívia traz no próximo domingo várias atrações culturais para toda a família, além das tradicionais barracas de artesanato e gastronomia, sempre com entrada gratuita.

O Grupo de projeção Multicultural apresentará a dança Tobas, que representa a cultura dos povos indígenas do sudeste e oriente boliviano. A Cinese Cia de Dança apresentará seu trabalho de dança de salão contemporânea.

As atrações musicais tem a participação do Grupo Masis Brasil, com repertório explorando ritmos fronteiriços, músicas caribenhas, andinas e regionais. O músico Zé Geral apresentará canções de mpb e compositores regionais. O coletivo Obá Batuka, ligado à casa colaborativa Obá, apresenta repertório musical desenvolvido nas oficinas de batucada feminista. A proposta do coletivo é o empoderamento das mulheres se dá através do reconhecimento e visibilidade de suas produções e também pela ocupação de espaços tradicionalmente reservados ao masculino.

O palhaço Dentinho traz a mágica e a palhaçaria para a praça, com brincadeiras e números irreverentes. O projeto Batucando Histórias apresenta atividades orientadas às crianças, com mensagens educativas em forma de brincadeira, cantigas, folclore e humor. Também com o foco nos pequenos, o Ateliê Ramona Rodrigues com o projeto Brincantes, com brincadeiras e contação de histórias. Nesta edição, com a participação de Larissa, Joyce, Priscila e Tonny. Larissa vai contar a história “A mãe que virou pó”, mito da criação do Malawi , retirado da seleção de contos africanos, Nelson Mandela.

A consciência ambiental também será tema com a Ecoplantar – estratégia de gestão sustentável, que realiza ação de conscientização ambiental, estimulando a educação sobre o despejo adequado de lixo orgânico e também o descarte de materiais recicláveis.

O evento Praça Bolívia T’ikay possui investimento do Fundo de Investimentos Culturais – FIC/MS, através da Secretaria de Cultura e Cidadania.

Iniciada em 2005, a Praça Bolívia é um evento cultural que congrega diferentes representações folclóricas e artísticas da cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A comunidade tem a possibilidade de conhecer as expressões culturais boliviana manifestadas na gastronomia, música, dança e teatro, além da possibilidade de apresentações de grupos artísticos locais e artesãos.

O evento em seus valoriza os modos de fazer, criar e viver de diversas etnias e colônias presentes em MS, buscando a integração e ampliação do intercâmbio cultural. Também estimula a diversidade das expressões artísticas no estado, garante informações socioculturais e democratiza o acesso à fontes de cultura.

Atualmente o evento é coordenado pelo Grupo de dança folclórica boliviano T’ikay, que vem estabelecendo relações dinâmicas e sustentáveis estreitando vínculos, conquistando o interesse de participação dos artistas, empreendedores criativos, de um público cativo e novos públicos.

O evento é gratuito e realizado sempre no segundo domingo de cada mês, das 9h às 14h. A praça fica no quadrante composto pela Rua das Garças, Barão da Torre, Dias Ferreira e Aníbal de Mendonça, no bairro Santa Fé.

Mais informações no site pracabolivia.com.br, facebook e instagram @pracabolivia.

Sobre o Autor

Mãe apaixonada da Júlia e da Isadora, Jornalista, apaixonada pela profissão, por literatura, fotografia e por seus blogs. Descobriu um mundo totalmente novo depois da maternidade, se apaixonou por ele e veio os blogs, novos trabalhos, novas paixões e uma nova e emocionante forma de ver e viver a vida.

Uma resposta

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.